terça-feira, 17 de julho de 2012

Avaliação de Recuperação em Língua Portuguesa – 8º ano


Escola Municipal Dom Orione
Avaliação de Recuperação em Língua Portuguesa – 8º ano do Ensino Fundamental – 2º bimestre 2011 – Valor = 25,00 pontos
Professor: Edicarlos Fernandes de Melo
Nome: ___________________________________________________________



Nas questões de 1 a 8 complete as lacunas com a palavras que  estão dentro dos parênteses.

BRIZA – ALIZAR – IMORAL – BALSA – BRISA – ALISAR – AMORAL – BALÇA
1.






a) O rapaz não era __________________, isto é, nunca mostrou se indiferença aos preceitos morais.

b) Não contava piada ____________________, pois era bem-educado.

c) Passou o formão até _____________ bem a madeira.

d) O friso de madeira que guarnece a porta se chama ___________________________.

e) Navegou numa __________________ até chegar à praia.

f) Penetrou numa _________________________ de vegetação variada.

g) A ______________________ matinal agitava a plantação.

____________________________________________________________________________


XEQUE – XÁ – BUXO – COMPRIMENTO – CHEQUE – CHÁ – BUCHO – CUMPRIMENTO
2.


a) O ____________________ do Irã morreu no exílio.

b) Os ingleses importam ____________________da Índia.

c) Assinou um ____________________no valor do imóvel.

d) O enxadrista pôs o rei adversário em ________________.

e) Acabada a cerimônia, os noivos receberam os ______________________.

f) qual é o ____________________ desta parede?

g) Foi ao açougue comprar _______________________ de boi.

h) Em nosso jardim há um gênero de gramíneas que se chama ________________.

____________________________________________________________________________


DIFERENTE – DISCRIMINAR – DISCRIMINAÇÃO – CONSERTO – DEFERENTE – DESCRIMINAÇÃO – DESCRIÇÃO – CONCERTO.
3.



a) Iremos todos ao _________________________sinfônico.

b) O mecânico terminou o ______________ do automóvel.

c) O diretor mostrou-se _________________________ com todos: concedeu-nos tudo.

d) Seu trabalho é _______________________ de todos.

e) Solicitamos uma ________________ detalhada da peça.

f) Como era prudente e reservado, não foi necessário pedir-lhe.

g) O juiz decidiu ___________________ o réu.

h) Cumpre ________________________ o certo do errado.

____________________________________________________________________________


DESPENSA – EMINENTE – IMIGRANTE – EMERGIU – DISPENSA – IMINENTE – EMIGRANTE – IMERGIU.
4.






a) Os elementos estão guardados na __________________.

b) Requereu ao diretor _____________________ da prova de matemática.

c) Era um filosofo _____________________, graças aos seus estudos.

d) A eclosão de uma nova guerra é _______________________.

e) Os novos __________________ chegaram hoje ao nosso.

f) Os ______________________ viajarão a procura de trabalho.

g) Logo que começou a tormenta, o submarino ____________________ pois, sob as águas, estaria mais seguro.





ESTÁTICO – ESTERNO – ESPECTADOR – FAZES – EXTÁTICO – EXTERNO – EXPECTADOR – FASES.
5.






a) Permaneceu ____________________ atrás da cortina para não ser descoberto.

b) Ele ficou ____________________ ao vê-la assim tão bela.

c) Um dos seus ossos do peito, o ___________________, estava-lhe causando dores.

d) Quando os pais viajavam, ele ficou interno; poucos meses depois, voltou a estudar.

e) O ___________________ não gostou do filme.

f) Quem tem expectativa é ______________________.

g) Este calendário não assinala as ______________________ da lua.

h) Ou _______________ os deveres, ou serás repreendido.

____________________________________________________________________________

FLAGRANTE – INSIPIENTE – INDEFESSO – INFLAÇÃO – FRAGRANTE – INCIPIENTE – INDEFESO – INFRAÇÃO.
 



6.







a) O criminoso foi preso em ______________________ com o produto do roubo.

b) Que serás eleito vereador é uma verdadeira __________________________.

c) Esta loção é muito __________________________.

d) Admitido há dois dias, ainda é funcionário ______________________ porém, como precede com inteligência, não pode ser considerado _____________________________.

e)Era um administrador _______________________, por isso, elogiado por todos.

f) Porque estava ____________________, o exercito invasor foi derrotado.

g) A ______________________ exige os reajustes dos salários.

h) Aquele que desobedece à lei comete uma _____________________________.

____________________________________________________________________________



INFRINGIR – INTERSEÇÃO – INTEMERATO – PAÇO – INFLIGIR – INTERCESSÃO – INTIMORATO – PASSO
7.








a) Aquele que _______________________ a lei será punido.

b) O juiz não hesitará em ________________________ a pena máxima ao criminoso.

c) Solicitou a _______________________ do advogado para que seus direitos não fossem desrespeitados.

d) Marque com um xis a ______________________ das linhas.

e) É um político ____________________; aliás, a integridade e a incorruptibilidade também caracterizavam seu pai.

f) Estava sempre à frente, pois era um soldado _______________________.

g) Mal deu o primeiro _______________________, tropeçou na cadeira.

h) O embaixador ficou hospedado no _____________________ imperial.
____________________________________________________________________________


LAÇO – MAL – PEQUENEZ – PRECEDENTE – LASSO – MAU – PEQUINÊS – PROCEDENTE.
8.








a) Depois de correr oito quilômetros, esticou o corpo ____________________ na grama.

b) O peão preparou o ________________________ para prender o cavalo.

c) Ao tomar posse, prometeu trabalhar tanto quanto o diretor ______________________.

d) Este vinho é ____________________ da Europa.

e) O cão _____________________ arranhou a porta com suas patas.

f) Devido à ______________________ dos caracteres, só podia lê-los com uma lupa.

g) O seu trabalho não está _______________________ organizado.

h) Ninguém o acusou de ser um ________________________ advogado.






9 – A opção em que há um advérbio exprimindo circunstância de tempo é:



a) (   ) Possivelmente viajarei para S. Paulo.

b) (   ) Maria tinha aproximadamente 15 anos.

c) (   ) As tarefas foram executadas concomitantemente.

d) (   ) Os resultados chegaram demasiadamente atrasados.

____________________________________________________________________________

10 – Em todas as alternativas há dois advérbios exceto:

a) (   ) Ele permanece muito calado.

b) (   ) Amanhã, não iremos ao cinema.

c) (   ) O menino, ontem, cantou desafinadamente.

d) (   ) Tranquilamente, realizou-se, hoje, o jogo.

e) (   ) Ela falou calma e sabiamente.

____________________________________________________________________________

11 – Assinale a alternativa em que ocorre um advérbio de modo:

a) (   ) Anteriormente eles haviam dito o contrario.

b) (   ) Sempre esperei este dia.

c) (   ) Ninguém viajará para cá.

d) (   ) Não reagiu favoravelmente ao discurso.

e) (   ) Há pessoas mais antigas que você.

____________________________________________________________________________

12 - Escreva no traço ao lado de cada frase o adjuntos adverbiais de cada uma:


a) Os alunos fizeram a tarefa com atenção.__________________________________.
b) Em dezembro Marcelo terminará a faculdade. __________________________.
c) A criança foi internada por causa da febre alta. ___________________________.
d) As jóias foram encontradas no fundo de uma gaveta. ______________________________.
e) Anete caminhava tranquilamente com seu namorado. ____________________________
f)O presidente encontrou-se com o Papa na Itália. ___________________________________.
g) Atrás da oficina, a polícia encontrou vários carros desmontados. __________________________.
h) Os pobres animais do circo tremiam de frio e de fome. _______________________________.
i) Os patins deslizavam com suavidade. _____________________________________________.
j) O juiz analisou, cuidadosamente, a situação do acusado. ____________________________.
___________________________________________________________________________________


TROCANDO  AS BOLAS



— Atirei o pau no gato-to-to, vamos todos cirandar, o cravo saiu ferido-do-do, para o meu amor passar.

— Que mania você tem de misturar tudo, Troca Bolas!  — reclamava a meninada.  — Assim não dá para brincar de roda. você nunca canta os versos direito! 

Troca Bolas era assim mesmo. Adorava confundir tudo.

Quando a irmãzinha do Troca Bolas pedia para ele contar uma história, o menino saía com esta:

— Era uma vez uma menina muito bonita, com a pele branca como a neve, que vivia num castelo de uma madrasta muito má. Um dia, ela colocou um chapeuzinho vermelho e foi levar doces para a vovozinha. Aí ela subiu uma escada e perdeu o sapatinho de cristal. Por isso, a bruxa prendeu a coitadinha numa torre e os cabelos dela ficaram compridos e o príncipe subiu neles para salvá-la...
É claro que a irmã do Troca Bolas não entendia nada. Mas como ainda era muito pequena, ria a valer.
E assim Troca bolas ia vivendo. Misturava tudo e o pessoal tinha de fazer um esforço tremendo para desmisturar as histórias dele. 

Um dia a criançada estava brincando na praça, numa tarde de sol, em volta de um laguinho de cimento, quando alguém gritou:

— Acudam! A gatinha da irmã de Troca Bolas caiu no lago!

— Quem vai entrar no lago para tirar a gatinha de lá? 

Só que não foi preciso que ninguém se molhasse. rapidamente, a água do lago começou a baixar e a gatinha conseguiu sair do lago. 

O que tinha acontecido? Troca Bolas tinha corrido para abrir o registro da água  e esvaziar o lago. Todos aplaudiram: 

— Grande idéia, Troca Bolas! Como é que você pensou nisso? 

— Muito simples! — respondeu o menino. — Vocês não estavam pensando em tirar a gatinha da água? Pois eu pensei em tirar a água da gatinha.

(Pedro Bandeira – adaptação) 



13 -  O texto tem ______ parágrafos.



14 -  Leia o 1º parágrafo e escreva o que você descobriu.

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



15 - Escreva um parágrafo contando por que o personagem principal da história se chama Troca Bolas.

_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



16 - Circule, no texto, o parágrafo em que Troca Bolas conta uma história para sua irmãzinha.

___________________________________________________________________________________



17 -  Releia o parágrafo que você circulou. Escreva o nome de duas histórias que aparecem nesse parágrafo. _____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Agora, escreva o que essa história tem de diferente das outras histórias.

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



18 - Leia com atenção as frases abaixo e marque com um ( X ) as expressões que melhor substituem as expressões grifadas.


a) Mas, como era muito pequena, ria a valer


(     ) sorria 
(     ) ria muito 
(     ) ria baixo



b) O pessoal tinha que fazer um esforço tremendo para desmisturar as histórias dele. 


(     ) grande esforço / desfazer 
(     ) pouco esforço / juntar 
(     ) relaxamento / bagunçar

___________________________________________________________________________________
19 -  Explique o que aconteceu com a gata da irmã de Troca Bolas.

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



20 - Explique a afirmativa abaixo. (1,0)

“Ninguém se molhou para salvar a gatinha.”

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



A MISÉRIA É DE TODOS NÓS



Como entender a resistência da miséria no Brasil, uma chaga social que remonta aos primórdios da colonização? No decorrer das últimas décadas, enquanto a miséria se mantinha mais ou menos do mesmo tamanho, todos os indicadores sociais brasileiros melhoraram. Há mais crianças em idade escolar freqüentando aulas atualmente do que em qualquer outro período da nossa história. As taxas de analfabetismo e mortalidade infantil também são as menores desde que se passou a registrá-las nacionalmente. O Brasil figura entre as dez nações de economia mais forte do mundo. No campo diplomático, começa a exercitar seus músculos. Vem firmando uma inconteste liderança política regional na América Latina, ao mesmo tempo em que atrai as impatia do Terceiro Mundo por ter se tornado um forte oponente das injustas políticas de comércio dos países ricos. Apesar de todos esses avanços, a miséria existe. Embora em algumas de suas ocorrências, especialmente na zona rural, esteja confinada a bolsões invisíveis aos olhos dos brasileiros mais bem posicionados na escala social, a miséria é onipresente. Nas grandes cidades, com aterrorizante freqüência, ela atravessa o fosso social profundo e se manifesta deforma violenta. A mais assustadora dessas manifestações é a criminalidade, que, se não tem na pobreza sua única causa, certamente em razão dela se tornou mais disseminada e cruel. Explicar a resistência da pobreza extrema entre milhões de habitantes não é uma empreitada simples.

Veja, ed. 1735

21 – Marque a alternativa que justifica o título do texto:



a) (  ) A miséria abrange grande parte de nossa população;
b) (  ) A miséria é culpa da classe dominante;
c) (  ) Todos os governantes colaboraram para a miséria comum;
d) (  ) A miséria deveria ser preocupação de todos nós;
e) (  ) Um mal tão intenso atinge indistintamente a todos.

___________________________________________________________________________________

22 - A primeira pergunta - "Como entender a resistência da miséria no Brasil, uma chaga social que remonta aos primórdios da colonização?":


a) (  ) Tem sua resposta dada no último parágrafo;
b) (  ) Representa o tema central de todo o texto;
c) (  ) É só uma motivação para a leitura do texto;
d) (  ) É uma pergunta retórica, à qual não cabe resposta;
e) (  ) É uma das perguntas do texto que ficam sem resposta.

___________________________________________________________________________________

23. Após a leitura do texto, só NÃO se pode dizer da miséria no Brasil que ela:
a) (  ) É culpa dos governos recentes, apesar de seu trabalho produtivo em outras áreas;
b) (  ) Tem manifestações violentas, como a criminalidade nas grandes cidades;

c) (  ) Atinge milhões de habitantes, embora alguns deles não apareçam para a classe dominante;

d) (  ) É de difícil compreensão, já que sua presença não se coaduna com a de outros indicadores sociais;

e) (  ) Tem razões históricas e se mantém em níveis estáveis nas últimas décadas.

___________________________________________________________________________________

24. O melhor resumo das sete primeiras linhas do texto é:
a)(  ) Entender a miséria no Brasil é impossível, já que todos os outros indicadores sociais melhoraram;
b) (  ) Desde os primórdios da colonização a miséria existe no Brasil e se mantém onipresente;

c) (  ) A miséria no Brasil tem fundo histórico e foi alimentada por governos incompetentes;

d) (  ) Embora os indicadores sociais mostrem progresso em muitas áreas, a miséria ainda atinge uma pequena parte de nosso povo;

e) (  ) Todos os indicadores sociais melhoraram exceto o indicador da miséria que leva à criminalidade.

___________________________________________________________________________________

25. As marcas de progresso em nosso país são dadas com apoio na quantidade, exceto:

a) (  ) Freqüência escolar;

b) (  ) Liderança diplomática;

c) (  ) Mortalidade infantil;

d) (  ) Analfabetismo;

e) (  ) Desempenho econômico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário